Microsiga Protheus: Como, e quando, atualizar o sistema

Atualização de sistemas operacionais e softwares em geral é o processo pelo qual se corrige falhas e adiciona funcionalidades a eles. Quando falamos de sistemas ERP, como o Microsiga Protheus, também garantimos que as mudanças na lesgilação, principalmente fiscal e trabalhista, sejam rápidamente incorporadas ao sistema.

O Microsiga Protheus possui três níveis básicos de atualização.

A primeira é a aplicação de patches, que podemos comparar às atualizações pontuais feitas pelo Windows Update, sempre que a Microsoft libera seu pacote de correções, toda a segunda terça-feira de cada mês. Com o Protheus, a diferença básica está em não haver um período específico para essas liberações, que são feitas sob demanda. Por exemplo, se o governo resolve editar uma medida provisória, mudando drásticamente a forma e regras do recolhimento o INSS, a TOTVS (Microsiga) irá trabalhar as atualizações necessárias e liberar o tal patche, com um manual de procedimentos (as vezes se faz necessário criar campos, tabelas, etc). A TOTVS também envia boletins de atualização, facilitando nosso trabalho.

Neste caso, é necessário fazer o download dos patches de atualização, acessar a ferramenta IDE ( até a versão 8.10), ou TOTVS Dev Studio (na versão 10.1), acessar o menu ferramentas e seguir o assistente.

Uma outra forma de atualização é a própria atualização de build, que podemos comparar aos services packs da Microsoft. Trata-se de uma compilação de todas as atualizações anteriores em um novo núcleo, tornando o conjunto mais uniforme. Essa atualização se dá de tempos em tempos, mas não sob uma demanda específica.

Neste caso, deve-se baixar os arquivos necessários ao processo, normalmente o RPO (núcleo do sistema/repositório de objetos), os aplicativos server e client e, eventualmente, o help do sistema.

Por fim, o processo mais forte de todos é a atualização de Release ou Versão. Na verdade, a atualização de release pode ser mais simples, mas a atualiação de versão requer cuidados especiais, principalmente de tratamento de base de dados.

Na atualização de versão, além de atualizar as funcionalidades contidas nos RPO, nos binários e outros, você terá que executar o programa de compatibilização de base de dados, que é o responsável por adequar as tabelas existentes ao novo dicionário, sem que haja perda de informações.

Qualquer que seja o processo, sempre é necessário executá-lo em ambiente de teste, para conhecer os resultados das aplicações. Não é incomum que um processo seja completamente alterado entre uma release, ou mesmo uma build e outra, por isso, é muito importante que os testes envolvam todas as áreas usuárias do ERP, simulando operações do dia-a-dia, fazendo, sempre que possível, um verdadeiro crash test no ambiente de testes.

Não se pode esquecer, também, de recompilar as customizações, fazendo com que as rotinas de desenvolvimento próprio, como relatórios e consultas, estejam disponíveis aos usuários.

Smartphone Nokia Lumia 630 Ds Dual Chip Quad-core Branco
Smartphone Nokia Lumia 630 Ds Dual Chip Quad-core Branco
Mais info»
R$ 415.09
até 12x de R$ 40.12
Nokia Lumia 535 - Windows Phone 8.1, Dual Chip, Tela 5''
Nokia Lumia 535 - Windows Phone 8.1, Dual Chip, Tela 5''
Mais info»
R$ 449.9
até 12x de R$ 43.49
Smartphone Nokia X Preto, Dual Chip, Processador Dual Core,
Smartphone Nokia X Preto, Dual Chip, Processador Dual Core,
Mais info»
R$ 314.9
até 12x de R$ 26.24
Powered by MLV Contextual